Fé Cega Faca Amolada

" Agora NãO pergunto mais aonde vai a estrada
Agora não espero mais aquela madrugada
Vai ser, vai ser, vai ter que ser, vai ser faca amolada.
O brilho cego de paixão e fé faca amolada
======================================
Deixar o seu aMoR cresCER na Luz de cada dia


Brilhar Brillhar aonctcer Brilhar

Seguidores

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

"... Eu quando penso em morrer, na verdade estou manisfestando a vontade de viver!?

.... Um suicida é apaixonado pela vida, mas detesta conviver com a dor..."

1 dezembro 2011

3 comentários:

Nica Marod disse...

A grande pergunta que me vem à cabeça é: O que leva a pessoa a pensar em desistir se ela ama a vida? Fraqueza, cansaço, desiquilíbrio químico, falta de maturidade para analisar essa dor? Cada pessoa sente o mundo de uma forma e seu relacionamento com ele será de acordo com sua maturidade e equilíbrio para se relacionar consigo mesma. Sempre mais fácil fugir da dor, mas até quanto? A vida gira em ciclos e as situações se repetem como a volta do sempre até a alma alcançar a leveza do entendimento. A dor é necessária para o crescimento e maturidade pessoal. Viver dói crescer dói e ver que as coisas não são como queremos dói tbm! Mas é necessário enfrentar. Às vezes vejo um suicida como um grande egoísta que prefere colocar a culpa no mundo e as pessoas do que se olhar e consertar o que pode ser modificado... A vida é simples e bela... apenas complicamos as coisas... Aprender a fazer uma limonada (ou caipirinha) com os limões que a vida te da, acho que é o grande segredo...

Nica Marod disse...

A grande pergunta que me vem à cabeça é: O que leva a pessoa a pensar em desistir se ela ama a vida? Fraqueza, cansaço, desiquilíbrio químico, falta de maturidade para analisar essa dor? Cada pessoa sente o mundo de uma forma e seu relacionamento com ele será de acordo com sua maturidade e equilíbrio para se relacionar consigo mesma. Sempre mais fácil fugir da dor, mas até quanto? A vida gira em ciclos e as situações se repetem como a volta do sempre até a alma alcançar a leveza do entendimento. A dor é necessária para o crescimento e maturidade pessoal. Viver dói crescer dói e ver que as coisas não são como queremos dói tbm! Mas é necessário enfrentar. Às vezes vejo um suicida como um grande egoísta que prefere colocar a culpa no mundo e as pessoas do que se olhar e consertar o que pode ser modificado... A vida é simples e bela... apenas complicamos as coisas... Aprender a fazer uma limonada (ou caipirinha) com os limões que a vida te da, acho que é o grande segredo...

Fernando Reis Rodrigues disse...

Vamos fazer a limonada...